Informações › NotíciasColuna Enologia - Vinícius Casagrande Fornasier

Terça, 02 de Agosto de 2011

A consciência da uva e do vinho







Inicialmente é necessário compreender e relembra a relação entre estado de espírito e o ato beber um vinho. Ao longo dos artigos “vinho e alma”, deixei bastante claro como este ato deve ser consciente e moderado, respeitando seu corpo e alma. Hoje falarei sob o ponto de vista da qualidade energética (holística) da uva e do vinho.




Sabemos que o ser humano tem como principal diferencial, em relação à natureza, possuir cérebro. A mente humana é sujeita a muitas interferências, tais como crenças, condicionamentos, pensamentos que levam a pessoa tanto à felicidade como à depressão profunda. É muito claro afirmar, como vários pensadores dizem, que: “criamos nossas vidas através de nossos pensamentos”.



Para as pessoas que tem consciência de que não são a mente e sim uma alma que habita um corpo físico, é muito claro a percepção consciente das necessidades do corpo físico, assim como as da alma. Fazendo com que entre o corpo, a mente e o espírito exista um “observador”. A partir disso, transfiro o ponto de vista da alma humana para a alma do vinho.



Como seria o vinho, de forma energética? Se pudéssemos imaginar o vinho falando a respeito de seres humanos, o que diria?



O vinho vem da terra, a partir das uvas. Sabemos muito bem o quanto bem faz à saúde ingerir alimentos diretos do pomar, sem agrotóxicos – plantas em total harmonia com a Terra – estão ali expressando sua forma de serem. O ser humano quando está em harmonia consigo mesmo dificilmente tem doença e, através de uma alimentação saudável, pode prevenir o surgimento de patologias.



Compreendendo isso, pergunto: Será que as uvas cultivadas atualmente por todo planeta estão em harmonia com a Terra? Todos os anos são usadas toneladas de agrotóxicos em videiras. Seria o mesmo comparar a pessoa que necessita de remédios a todo o momento, por isso e por aquilo. Não estou contestando a eficiência dos remédios e nem estou dizendo que não deveríamos tomá-los. Estou querendo dizer que podemos prevenir o surgimento de desarmonias em nosso corpo através da consciência.



Se a videira não está em harmonia, necessitando de “remédios” (mortais para seres humanos) para sobreviver e produzir com “qualidade”, então qual a real qualidade energética ela transmite? Como pode o vinho elaborado a partir dessas uvas trazer harmonia à nossa alma? Agora imaginemos um cultivo orgânico ou biodinâmico (falarei sobre nos próximos artigos); videiras inseridas num contexto de equilíbrio natural, pertencentes a um eco-sistema, em harmonia com a Terra – qual será a qualidade energética que essas uvas transmitem?



Analise por si mesmo! Não é meu objetivo criticar a forma como são cultivas as uvas atualmente e nem dizer que o vinho elaborado faça bem ou mal. Estou falando da qualidade real da energia que o vinho transmite a quem o bebe. Da mesma forma, analise a maneira inconsciente como muitos vivem atualmente, em desequilíbrio, desenvolvendo cânceres.



O vinho pode ser um alimento e um remédio, porém, só trará essas propriedades através do cultivo e elaboração de uma forma consciente e holística, assim como plantas medicinais e/ou remédios florais – caso contrário, pode continuar sendo classificado como bebida alcoólica. O consumo moderado e consciente é válido da mesma forma como a dose de um remédio, principalmente se tratando do álcool presente – não podemos esquecer que é uma droga, mas que no caso do vinho, tem como principal propriedade a conservação e, é veículo para absorção dos polifenóis em nosso organismo.



Espero que possam entender a profundidade do que chamo “harmonizar vinho e alma”. Não é teórico. Não encontrará em livros. É algo sutil e que requer muita consciência e sensibilidade. O desenvolvimento pessoal nesse sentido não é hobbie nem modismo – é uma necessidade que todos, mais cedo ou mais tarde, terão que desenvolver para se “adaptar” à nova realidade de nosso planeta nos próximos anos. Garanto que é muito mais prazeroso e saudável!



Até a próxima!



Abraços!

Fonte: Vinícius Casagrande Fornasier
Enólogo - Professor - Terapeuta Holístico
Bento Gonçalves l RS l Brasil l (54) 9994.4481
Blog:
http://vinifornasier.blogspot.com/
Twitter: http://twitter.com/ViniFornasier
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000169311346
E-mail: vinifornasier@gmail.com" target="_blank">Vinícius Casagrande Fornasier
Enólogo - Professor - Terapeuta Holístico
Bento Gonçalves l RS l Brasil l (54) 9994.4481
Blog: http://vinifornasier.blogspot.com/
Twitter: http://twitter.com/ViniFornasier
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000169311346
E-mail: vinifornasier@gmail.com

Compartilhe:  
Comente esta notícia
‹ Voltar
Confira também:
Hotéis e Pousadas
Restaurantes
Vinícolas
Turismo